Notícias

Processos trabalhistas caem 32%, 2 anos após reforma

Após 2 anos da Reforma Trabalhista — as mudanças aprovadas na gestão de Michel Temer passaram a valer em novembro de 2017— o número de processos na 1ª instância da Justiça do Trabalho caiu 32%. No Agora UOL

 

 

06/01/2020 - UOL Agora
LEIA MAIS >
Principais desafios colocados para o Movimento Sindical

Antônio Augusto de Queiroz*

Se não for feito grande esforço nacional em termos de formação, qualificação e incentivo à inovação do setor produtivo, além do desemprego, da ampliação da desigualdade e da miséria, haverá aumento da desindustrialização, que já altíssima, e a desnacionalização do País.
06/01/2020 - DIAP
LEIA MAIS >
Ato Público - Quarta - 11/12 às 13h na porta do TRT1

Todos ao Ato Público na próxima quarta-feira, dia 11/12/2019 às 13h na porta do TRT1.

Teremos uma audiência de conciliação para o pagamento da Ação de Indenização de Campo.

 

09/12/2019 - Assessoria de Imprensa do SINTSAÚDERJ
LEIA MAIS >
Texto prevê que as três esferas do governo poderão reduzir jornada em até 25%

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial, que faz parte do pacote de medidas econômicas apresentadas pelo governo nesta terça-feira (5), autoriza a redução de jornada e salário de servidores públicos em situações fiscais consideradas apertadas.

18/11/2019 - Assessoria de Imprensa do SINTSAUDERJ
LEIA MAIS >
Presidente da CNTSS/CUT é eleito para presidir CUT Rio de Janeiro

O presidente da CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, Sandro Alex de Oliveira Cezar, foi eleito presidente da CUT – Central Única dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro. A definição de seu nome para presidir a Central no Estado aconteceu durante o 16º Congresso da Central Única dos Trabalhadores realizado na última sexta-feira, 08 de novembro, quando os delegados e delegadas vindos de todo o Estado definiram a nova direção para o mandato 2019/2023.

18/11/2019 - CUT/RJ
LEIA MAIS >
Quem não votar em eleição do sindicato, pode pagar até 100 mil em multa

Foi editada ontem, pelo governo, MP que cria o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo. Dentre as medidas está a criação de uma multa que varia entre R$1.000,00 e R$100.000,00 para aqueles que são sindicalizados e não votarem sem justificativa nos seus respectivos processos eleitorais sindicais.

18/11/2019 - CUT/RJ
LEIA MAIS >
Recesso, ano eleitoral e briga no PSL devem retardar novas reformas de Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, deve lançar nesta terça-feira (29) uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) com seu projeto de reforma da administração pública federal. A medida faz parte de um pacote que informalmente vem sendo chamado pela própria pasta de “agenda de transformação do Estado”.

A agenda deve incluir propostas em torno do “pacto federativo”, da redução de despesas e, em um segundo momento, de reforma tributária, além de medidas para acelerar a entrega do patrimônio nacional por meio de privatizações em série.

29/10/2019 - CUT Brasil
LEIA MAIS >
Juiz Federal despacha em processo de majoração de insalubridade

O Sindicato dos Trabalhadores em Combate as Endemias e Saúde Preventiva no Estado do Rio de Janeiro-SINTSAUDERJ ingressou com Ação Cívil Pública na Justiça Federal para requerer a majoração do grau de insalubridade de médio o que corresponde a 10% sobre o vencimento básico para o máximo que é de 20% sobre o vencimento básico, em razão da exposição dos trabalhadores aos inseticidas sem o fornecimento de equipamento de proteção individual(EPI).

 

 

24/10/2019 - Sandro Cezar
LEIA MAIS >
Com novas alíquotas, quem ganha 1 salário mínimo pagará 5% a menos e contribuirá 25% a mais
O plenário do Senado aprovou no dia 22 de outubro, o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 006/2019, nome oficial da Reforma da Previdência proposta pelo governo federal, por 60 votos a favor e 19 contra e na última quarta-feira (23), os senadores votam as emendas e depois marcam a data da promulgação, divulgação oficial.
 
Entre as mudanças de regras que prejudicam os trabalhadores e trabalhadoras estão o fim da aposentadoria por tempo de contribuição, a obrigatoriedade de idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres se aposentarem, mudança nos cálculos dos valores dos benefícios que serão menores tanto para aposentadoria como para pensão das viúvas, viúvos e órfãos e alíquotas de contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) mais altas.
 
 
24/10/2019 - por Marize Muniz, da CUT
LEIA MAIS >
Ministro suspende decisão sobre utilização da TR na correção de saldo do FGTS

O ministro Ricardo Lewandowski acolheu pedido de liminar com fundamento na decisão proferida na ADI 5090, na qual se determinou a suspensão nacional do trâmite de todos os processos que discutem a matéria.

14/10/2019 - STF
LEIA MAIS >
SINTSAÚDERJ © Todos os direitos reservados. Implementação de conteúdo e material fornecidos pelo administrador.