Notícias

Governo brasileiro é denunciado na OIT por violar normas internacionais

A CUT, demais centrais sindicais, federações e o escritório sub-regional da Internacional de Serviços Públicos (ISP) denunciaram o governo brasileiro na Organização Internacional do Trabalho (OIT) por não respeitar o direito de negociação coletiva dos servidores públicos brasileiros, como estabelece a Convenção 151, ratificada pelo Brasil durante o governo do ex-presidente Lula.

 

13/12/2018 - Assessoria de Imprensa da CUT
LEIA MAIS >
Casos de chikungunya e febre amarela aumentam substancialmente

Rio - Duas doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, a chikungunya e a febre amarela apresentaram um aumento substancial este ano no Estado do Rio. Em comparação a 2017, o número de casos de chikungunya foi cerca de 770% maior, e pode chegar ao nível epidêmico no próximo verão. Já a febre amarela, que era considerada erradicada em todo país, cresceu 870% nos municípios fluminenses e preocupa as autoridades por conta da letalidade, que chega a 30% dos pacientes.

 

12/12/2018 - Jornal
LEIA MAIS >
Acordo no TRT1 sobre indenização de campo

Na próxima quinta-feira(13/12), ás 13:00 horas,  acontecerá a audiência de conciliação, no Tribunal Regional do Trabalho da 1.ª Região,  para a realização do acordo sobre a indenização de campo dos agentes de combate as endemias.

11/12/2018 - SINTSAUDERJ
LEIA MAIS >
Organizações denunciarão o governo do Brasil à OIT por violação de direitos sindicais
_Centrais, federações e o escritório sub-regional da Internacional de Serviços Públicos acusam o Estado brasileiro de descumprir a Convenção 151 do organismo, que garante, entre outras coisas, o direito à negociação coletiva no setor público. Documento será protocolado na próxima quarta-feira, 12, em Brasília (DF).
 
 
11/12/2018 - Internacional do Serviço Público (ISP)
LEIA MAIS >
SINTSAUDERJ vai a justiça contra reajuste abusivo de plano de saúde

O SINTSAUDERJ ajuizou ação civil publica contra o reajuste abusivo de 22% na mensalidade do plano de saúde, conhecido como Plano Básico 2 da CAPSAÚDE. A ação judicial foi distribuída pelos advogados Ferdinando Nobre e Aderson Bussinger do Escritório Cezar Brito Associados.

11/12/2018 - Sandro Cezar
LEIA MAIS >
Liminar assegura exames periódicos


O Juiz Federal da 12ª Vara Federal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro concedeu antecipação dos efeitos da tutela para determinar ao Ministério da Saúde a realização de exames periódicos nos guardas de endemias, agentes de saúde pública e agentes de combate as endemias no prazo de 90 dias.

05/12/2018 - Sandro Cezar
LEIA MAIS >
Reforma da Previdência: Pode alterar paridade e integralidade

A proposta de reforma da Previdência elaborada pela equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro prevê que servidores públicos que ingressaram na carreira antes de 2003 só poderão se aposentar com a integralidade (recebendo o último salário da atividade) e a paridade (tendo direito ao mesmo reajuste que os ativos) se atingirem a idade mínima de 65 anos. A indicação já constava na reforma proposta pelo presidente Michel Temer, mas sofreu forte rejeição dos servidores. A nova equipe econômica, no entanto, avalia que é preciso manter o discurso de combate aos privilégios para ganhar apoio.

 

04/12/2018 - Jornal Extra
LEIA MAIS >
Enfraquecimento dos sindicatos retrai negociação coletiva, afirma juiz

Negociação coletiva em tempos de crise (LTr) é o nome do livro que será lançado nesta terça-feira (4), às 19h, na na Escola Paulista de Direito (EPD), no bairro da Liberdade, região central de São Paulo. O autor, o desembargador Davi Furtado Meirelles, observa que a chamada "reforma" trabalhista não trouxe, pelo menos até agora, incentivo à negociação direta, o que era um dos principais argumentos de seus idealizadores.

Ele também considera que a tendência de criação de vagas não formais, como vem detectando o IBGE, em sua Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, deve prosseguir. O que cria emprego é o crescimento econômico, lembra o desembargador, que está no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) desde 2007. "Com isso, podemos constatar que essa reforma veio apenas para retirar direitos conquistados com anos de luta. É precarizante", afirma.

 

03/12/2018 - Vitor Nuzzi, da RBA
LEIA MAIS >
Estudo relaciona doenças em guardas de endemias a agrotóxicos

Tremor é o distúrbio do movimento mais frequente na população e pode estar associado à exposição a agrotóxicos. Doenças hematológicas, dermatológicas, pulmonares, neurológicas, câncer, malformações congênitas, entre outras, também podem estar associadas a essa exposição. O Brasil, como o maior consumidor de agrotóxicos do mundo desde 2008, em grande parte à custa da indústria agrícola, movimentou, entre 2010 e 2011, a receita de US$ 8,5 bilhões e o consumo de 936 mil toneladas, o que representou 19% do mercado global de agrotóxicos nesse período. Os principais grupos profissionais expostos aos agrotóxicos são os trabalhadores do setor agropecuário, saúde pública, firmas desinsetizadoras, transporte e comércio, indústrias de formulação e síntese e área veterinária. É o que revela o artigo dos pesquisadores Marlos Fábio Alves de Azevedo, da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz); e Armando Meyer, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O objetivo do estudo foi avaliar a chance de tremor essencial em 442 guardas de endemias do Estado do Rio de Janeiro expostos a agrotóxicos. Foram selecionados 51 casos e 204 controles, com idade média de 49 anos. Os resultados indicam que aqueles com 16 a 16,9 anos de aplicação de agrotóxicos foram os que estiveram sob maior chance de apresentar a doença.

30/11/2018 - INFORME ENSP
LEIA MAIS >
Assembleia na Porta do TRT1 autoriza SINTSAUDERJ a negociar em nome da categoria

Reunidos em assembleia na porta do Tribunal Regional do Trabalho da 1.ª Região os agentes de combate as endemias do Ministério da Saúde deram uma forte demonstração de mobilização e força para lutar pelas conquistas dos seus direitos.

O SINTSAUDERJ sindicato que representa a categoria consultou a categoria em assembleia sobre o patamar mínimo aceitável para a realização do acordo com a Fundação Nacional de Saúde.

 

30/11/2018 - SINTSAUDERJ
LEIA MAIS >
SINTSAÚDERJ © Todos os direitos reservados. Implementação de conteúdo e material fornecidos pelo administrador.